Com o implemento do Novo Ensino Médio, os professores são motivados a exercerem suas práticas educacionais de forma que realizem todas as propostas exigidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e pelos Itinerários Formativos.

Esse novo processo de aprendizagem tem preocupado gestores e educadores a encontrarem a melhor maneira de atender a diversas determinações estipuladas pela lei do Novo Ensino Médio. Em razão disso, há a necessidade de se buscar recursos inovadores para promover aos alunos formatos de aprendizagem que desenvolvam competências e habilidades que os capacitem para uma vida pessoal, social e profissional que contribua com a sociedade e alinhada aos seus projetos de vida.

Quer entender como ajudar os professores a administrarem bem o processo de ensino e aprendizagem do Novo Ensino Médio na sua escola? Confira ao ler este artigo! 

Entenda os desafios do Novo Ensino Médio

O Novo Ensino Médio já tem data definida para ser colocado em ação em todas as escolas do Brasil e, a partir de 2022, o novo processo de aprendizagem deve entrar em atividade nas escolas para alunos da 1ª série do Ensino Médio, de forma gradual.

O novo modelo de currículo se deu por haver novas necessidades no mercado de trabalho. Mas não apenas isso, os alunos também apresentaram essa carência.

O Ensino Médio atual não contém uma grade curricular que direciona o aluno às propostas que o Novo Ensino Médio dispõe. Já com as mudanças do novo método, o processo de aprendizagem tem probabilidade de criar inúmeros meios de conhecimentos. Dessa forma, o aluno se sente motivado a optar por matérias que favoreçam maiores possibilidades pessoais e profissionais. 

Diante da relevância da necessidade de mudança, é indiscutível que gestores, coordenadores e professores adquiram informações sobre a transformação do Ensino Médio. Isso é necessário para que a instituição trabalhe de acordo com as novas diretrizes que a BNCC impõe.

Portanto, é relevante conhecer as principais modificações e os desafios que as mudanças do Ensino Médio proporcionam nas escolas. Conheça:

  • proposta de um novo currículo;
  • mudança de conteúdo;
  • infraestrutura da escola;
  • elevação da jornada escolar;
  • formação técnica profissional.

Veja o que muda para os professores

O Novo Ensino Médio requer dos professores uma atuação mais dinâmica, por haver necessidade de realizar os seus planejamentos e ministrar as suas aulas em formato integrado entre distintas áreas do saber e disciplinas.

Além dos professores com formação acadêmica, o novo ensino abriu espaço para os alunos que concluíram o Ensino Médio técnico em diversas áreas do conhecimento, ou seja, profissionais com notório saber.

Esses profissionais são reconhecidos pelo sistema de ensino, assim sendo, são autorizados a ministrarem conteúdos nos Itinerários Formativos relacionados à sua experiência profissional.

Os profissionais da educação podem atender às propostas da BNCC, ao implementar os 4 eixos do itinerário, trabalhando com os seus alunos temáticas que tratam de problemas socioculturais, de saúde, comunicação, tecnologia e inovação.

É importante que o educador trabalhe os Itinerários Formativos, de maneira que amplie a visão de mundo do aluno. Assim, ele se sente mais próximo e preparado para escolher a carreira profissional com que mais se identifica.

Conheça o perfil ideal do professor

Para atuar no Novo Ensino Médio, além da sua formação para atuar nas áreas do conhecimento estabelecidas pela BNCC, os professores precisam ter um perfil mediador para os novos momentos estruturados a partir dos Itinerários Formativos. Isso é fundamental para que a aprendizagem tenha articulação entre a teoria e a aplicação prática, sempre relacionada ao contexto dos alunos.

A articulação entre as áreas do conhecimento também é outro fator que propicia aprendizagem integral ao aluno, desenvolvendo o cognitivo e socioemocional. 

Essas características são potencializadas com o uso de ferramentas que estimulam o protagonismo do aluno dentro e fora da sala de aula, para despertar o gosto pelos estudos e promover atividades educacionais que façam sentido para os educandos.

Observe como preparar os educadores

A gestão escolar é responsável por todos os diferenciais que podem acontecer em uma unidade educacional, somado com a prática dos colaboradores. Por esse motivo, é importante saber como iniciar a preparação e capacitação do seu grupo docente.

Para que o implemento do Novo Ensino Médio tenha sucesso nas instituições educacionais, é fundamental que os educadores estejam bem preparados. Há necessidade de que seja feito investimento intensivo na formação dos professores, para colocarem as mudanças em prática com muita eficiência. A formação profissional deve abordar assuntos essenciais, como:

  • parâmetros legais do Novo Ensino Médio;
  • desafios e perspectivas contemporâneas;
  • organização do currículo por áreas de conhecimento;
  • itinerário formativo;
  • projeto de vida.

Formação continuada

A formação continuada deve ser focada nos conhecimentos pedagógicos, assim como nas metodologias ativas, pois os professores devem estar preparados para lidar com o grande número de mudanças e a celeridade com que acontecem no mundo contemporâneo.

Além desses fatores, o educador precisa estar disponível a desenvolver as suas competências no que refere à transformação digital, que cresce continuamente no contexto escolar.

Diante dessa realidade, os professores são instigados a buscarem novas abordagens para melhorar as suas metodologias em sala de aula e, até mesmo, em aulas on-line.

Uso de tecnologias inovadoras

A BNCC é bem precisa quando informa sobre o uso das tecnologias como meio de ensino. Ela afirma que a utilização das tecnologias digitais deve ser feita de forma crítica e reflexiva nas entidades escolares, para disseminar informações, produzir conhecimentos e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

Pensar também nos formatos de ensino que os alunos vão receber interfere diretamente nos impactos da aprendizagem e no desenvolvimento cognitivo dos educandos em diversos aspectos.

Implementar sistemas tecnológicos inovadores em sua escola pode ser uma ótima estratégia para auxiliar os professores a aplicarem as suas aulas com mais dinamismo, engajamento e personalização no cotidiano escolar. Além disso, o uso de soluções educacionais digitais possibiliza o acesso a dados relevantes sobre a performance dos estudantes, auxiliando na melhor intervenção pedagógica do professor.

Como vimos, o Novo Ensino Médio proporciona o desenvolvimento de diversas competências e habilidades que levam à formação integral do aluno. Com professores mais preparados, os estudantes estarão prontos para enfrentarem os desafios do século 21 e do novo mercado de trabalho com excelência.

O conteúdo trouxe informações importantes para a sua instituição? Você pode receber mais artigos úteis para potencializar a educação na sua escola. Então, que tal assinar a nossa newsletter?

Guia prático de como se preparar para o período de matrícula