Falar mais de uma língua já deixou de ser um diferencial no mercado de trabalho. Na verdade, isso já é quase obrigatório, não acha? Por isso, investir na educação bilíngue ajuda não apenas na desenvoltura linguística dos alunos, como também contempla o desenvolvimento de aspectos culturais, sociais e históricos.

Ainda hoje, o Brasil ainda ocupa a 53 ª posição no ranking mundial de proficiência. Ou seja, é um índice considerado baixo. Com base nesse dado, fica ainda mais evidente como a educação bilíngue é importante para reverter esse quadro. Conduzida de uma forma imersiva e intuitiva, a aquisição de uma segunda língua melhora a aprendizagem e prepara o aluno para o futuro.

Para que você entenda mais sobre o universo da educação bilíngue e como um segundo idioma transforma o aprendizado, venha se aprofundar mais no assunto!

Como funciona a educação bilíngue na prática?

A aquisição de uma segunda língua de forma natural apresenta diversas vantagens. A nova geração de pais já sabe da importância que o desenvolvimento de um outro idioma traz muitos benefícios para seus filhos. Por isso, considera a busca por educação bilíngue desde a infância essencial para facilitar o aprendizado.

Como acontece esse processo de educação bilíngue na prática

Rebeca Andrade, Gerente de Produtos da Conexia Educação, explica que em um ambiente bilíngue, o uso da língua inglesa é incentivado em todos os ambientes em que a aprendizagem ocorre.”.

O High Five conta com uma metodologia consolidada e que integra a vanguarda pedagógica em relação à educação bilíngue. Dessa forma, Rebeca diz que “o #HighFive está alinhado às habilidades e competências da BNCC, bem como norteado pelos pilares da Unesco para o aprendiz do século 21”. Em outras palavras, esse formato de educação coloca o aluno como protagonista e agente do processo de aprendizagem.

E quanto aos professores? Bem, a Gerente de Produtos da Conexia explica que “ao professor compreende-se o papel de mediador, facilitador de boas práticas, proporcionando troca e interação entre alunos e entre professor-aluno em um segundo idioma”. Nesse sentido, a língua inglesa é considerada um instrumento de conhecimento e descobertas, desenvolvida por meio de metodologias ativas e vivência bilíngue.

Como é feita a implementação do High Five nas escolas?

Existe todo um processo para que a implementação da educação bilíngue seja feita de forma a beneficiar todos os envolvidos. Para que isso aconteça, são realizados treinamentos com a equipe escolar e a Conexia dá todo o suporte necessário antes e durante o processo de implantação.

Formação da equipe escolar

Para que a equipe escolar se adapte à nova metodologia de ensino, são fornecidos cursos de formação continuada com diferentes temáticas, entre elas:

  • abordagem CLIL;
  • metodologias ativas;
  • PBL – Aprendizagem Baseada em Projetos, entre outros.

A Gerente de Produtos da Conexia diz que “o intuito é capacitá-los ao novo modelo de educação do século 21, em que o professor é mediador do conhecimento e o aluno agente de transformação de si e do mundo ao seu redor. Paralelamente, o High Five dá o suporte necessário ao desenvolvimento linguístico também dos professores, proporcionando a todos eles 1 teste de nível linguístico e 1 curso de progressão de nível linguístico por ano, totalmente gratuitos”.

Apresentação do novo formato de ensino

A implementação do High Five conta com a apresentação detalhada do programa para a gestão pedagógica e às famílias. “No ano de implantação, o High Five oferece às escolas um Kick Off de lançamento para toda a comunidade acadêmica (professores de todas as disciplinas e gestores) e também para as famílias, importantes parcerias para o sucesso do programa, esclarecendo dúvidas sobre os benefícios da Educação Bilíngue, funcionamento do High Five (materiais físicos e digitais), e suas possibilidades de integração às outras áreas do conhecimento”, conta Rebeca.

Assessoria remota e presencial

Após a implantação do High Five, a escola ainda tem o acompanhamento da Conexia Educação ao longo de sua jornada de transformação e inovação educacional. Rebeca aponta que “as escolas parceiras do High Five recebem, no mínimo, 4 atendimentos presenciais e 1 atendimento remoto por mês ao longo do ano”.

Nesses atendimentos, são desenvolvidos com professores e gestores:

  • planejamento pedagógico e observação de aulas;
  • plano de ação para aumentar o engajamento digital;
  • relatórios de engajamento por professor, aluno e turma, entre outros.

Apoio na contratação de professores e análise de mercado

“Muitas vezes, as escolas encontram dificuldade para encontrar professores que possuam a competência linguística e estejam aptos a desenvolver uma educação mais disruptiva, com foco na aprendizagem ativa dos alunos. Por isso, o High Five apoia as escolas parceiras na contratação de professores capacitados para lidar com a educação do século XXI”, esclarece Rebeca.

Além disso, o High Five oferece uma análise de mercado, salientando às escolas as melhores estratégias de captação de alunos a partir da realidade local em que a escola está inserida. Acima de 100 alunos, as escolas também podem contar com uma Consultoria Comercial no ano de implantação.

Como a tecnologia é usada para auxiliar a aprendizagem?

A cultura digital na educação é bastante forte, e os alunos contam com o auxílio de plataformas como Educacross e UBBU. Essas são soluções que ajudam no ensino da língua inglesa de uma maneira lúdica, além de desenvolver outras habilidades e conhecimentos.

Quais os resultados obtidos pelas Escolas High Five?

A implementação do High Five promove não apenas o ensino bilíngue, mas a vivência na língua inglesa. Nesse sentido, o resultado é um aprendizado mais aprofundado, pois o idioma é inserido de maneira natural e imersiva. Ou seja, o aluno aprende por meio de projetos contextualizados, abordagem CLIL que une língua e conteúdo e uso de ferramentas digitais.

“O High Five aproxima as famílias da relação com a escola, empodera professores para serem mediadores do conhecimento, e é a solução de melhor custo-benefício para gestores e mantenedores. Direcionamos nosso olhar para a compreensão do mundo a partir de diferentes linguagens, a compreensão do outro por meio da comunicação, colaboração e do pensamento crítico”, afirma Rebeca.

No High Five, o aluno é inserido em um contexto de ensino que a língua inglesa é tão natural quanto a língua portuguesa, de modo que se cria uma familiaridade com o idioma. “O objetivo do High Five é colaborar com a construção de uma rotina significativa para os alunos, levando em conta a possibilidade de criação, a curiosidade para explorar o mundo e a potencialidade e individualidade que cada aluno traz para o ambiente escolar; tendo a língua inglesa como instrumento de conhecimento. Isso é possível com a substituição de aulas de inglês por aulas em inglês, com metodologias ativas e projetos significativos”, finaliza a Gerente de Produto da Conexia Educação.

Um mundo mais conectado está embasado na educação, que vai além dos padrões tradicionais. Por isso, adotar uma solução de educação bilíngue que empodera, instiga, estimula, questiona e proporciona fluência traz os melhores resultados. ​Assim, a Conexia Educação oferece mais que uma metodologia, pois é uma vivência bilíngue.​

Se você deseja entender mais sobre o ensino bilíngue para implementá-lo na sua escola, entre em contato conosco!