Após mais de 300 dias, as portas das escolas foram abertas em diversas cidades brasileiras. O barulho dos pátios voltou e as salas não estavam mais vazias. Rever os amigos, professores e colaboradores durante a volta às aulas presenciais agora ganhou um novo significado e uma nova forma, sem abraços, com distanciamento e muitos cuidados recomendados por protocolos de saúde.

Especialistas afirmam que a pandemia trouxe diversas lições para o setor educacional no Brasil, entre elas a educação híbrida e personalizada. “As escolas agora devem unir todo o aprendizado desse período e quebrar as barreiras entre o mundo físico e o digital. O que demanda esse formato híbrido da aprendizagem é a formação do aluno, o qual deve ser protagonista desse processo, auxiliando na construção do próprio conhecimento”, afirma Sandro Bonás, CEO da Conexia Educação.

Historicamente, as escolas brasileiras têm formado jovens através de uma perspectiva de ensino de massa, com currículos escolares entregues em formato de aulas expositivas, sem levar em consideração as necessidades individuais dos estudantes. No entanto, com a pandemia, ficou claro que aprende quem faz e não quem apenas ouve.

“Durante as aulas remotas ficou ainda mais evidente a necessidade de soluções educacionais adequadas para esse propósito, que permitam a aplicação desse novo formato de educação, contemple a personalização das trilhas de aprendizagem, levando em consideração a necessidade de cada aluno, e a inserção dos professores como mediadores do processo de ensino-aprendizagem, tanto presencialmente, quanto a distância”.

Assista também: Márvio Lima, diretor das Escolas SEB, fala sobre como superar os desafios da volta às aulas em 2021, no #EscolaEmPauta.

Prevenção e segurança

Além da atenção com a recuperação da aprendizagem e a excelência na educação híbrida, os cuidados com a prevenção da Covid-19 estão entre as principais preocupações dos educadores, colaboradores e famílias neste momento de volta às aulas presenciais. As medidas de higiene são fundamentais para garantir a segurança de todos e para voltar a ter um espaço de aprendizado onde a troca seja construtiva para a comunidade escolar. Para promover um ambiente seguro e acolhedor, listamos algumas medidas que são essenciais nessa retomada. Confira!

Uso obrigatório de máscaras de proteção

O ingresso nas unidades deverá ser feito com o uso de máscara de tecido por todos. Recomendamos que os pais enviem duas máscaras de tecido identificadas com o nome do aluno, dentro de saco plástico. Para os professores e monitores, que estarão próximos aos alunos, sugerimos a utilização de protetores faciais para reforçar a segurança.

Circulação de pessoas

Neste momento, é fundamental a redução – ao máximo – do número de pessoas circulando pela escola, durante o período de permanência dos alunos, restringindo até mesmo o acesso de pais e/ou responsáveis. Além disso, também é preciso adotar medidas de distanciamento no ambiente escolar, incluindo o revezamento dos horários de entrada e saída na instituição, da recreação e do número de alunos por sala.

Controle de temperatura

A medição e o controle de temperatura também são essenciais. As unidades devem adquirir termômetros digitais com infravermelhos e, antes de passar pelas catracas, todos devem medir a temperatura – que deverá estar abaixo de 37,5 ºC. Ao longo do dia, este processo deve ser repetido.

Higienização da escola

A manutenção e higienização dos ambientes deve ser feita em todo o final das atividades presenciais, com aplicação de produtos desinfetantes. Durante as atividades, é fundamental a higienização contínua de banheiros, salas de aula, maçanetas, bebedouros e corrimões. E não esqueça de disponibilizar álcool em gel 70% em todos os ambientes.

Salas arejadas

A ventilação dos ambientes é necessária para que o local fique mais arejado. Janelas e portas abertas são fundamentais durante as aulas e, sempre que possível, realize atividades em áreas abertas.

Diretrizes para protocolo de retorno

A Conexia Educação preparou um protocolo de recomendações exclusivo, assinado pelo especialista Dr. Evaldo Stanislau (diretor da Sociedade Paulista de Infectologia), além de vídeos de orientação e peças de ambientação escolar, com boas práticas, para auxiliar as escolas de todo o Brasil no retorno às atividades presenciais. Acesse os materiais gratuitamente: www.conexia.com.br/voltaasaulas

Leia também:

Pandemia antecipa em cinco anos a transformação digital na educação básica

Sala de aula híbrida é tendência na educação pós-pandemia


Conexia Educação

A Conexia Educação é uma empresa do Grupo SEB, o maior grupo de Educação Básica do Brasil, que nasceu para desenvolver, agora, a educação do futuro. Acreditando que cada aluno é único e tem necessidades individualizadas, utiliza o digital como alavanca para potencializar a aprendizagem e empoderar os alunos e os professores em busca de um trabalho mais colaborativo, contextualizado e baseado em dados. Essa jornada de transformação acontece por meio de um completo ecossistema integrado, entregue por meio das marcas Plataforma AZ de Aprendizagem, High Five Bilingual School e My Life Educação Socioemocional. Saiba mais em www.conexia.com.br

Guia prático de como se preparar para o período de matrícula